Prazo para vacinação de idosos e profissionais da saúde é estendido

Quem faz parte do grupo prioritário para a vacinação contra a gripe em Teresina e ainda não conseguiu se imunizar, terá um pouco mais de tempo para fazê-lo. Isso porque a Fundação Municipal de Saúde (FMS) estendeu o prazo para vacina conra a gripe entre idosos e profissionais da saúde na Capital. A vacinação deste público-alvo deveria se encerrar agora na terça-feira (21), mas hoje (20), a Prefeitura anunciou que continuará com a campanha de imunização até atingir a meta de 100% dessa parcela da população considerada de risco para a Covid-19.

Ao todo, são 51 unidades básicas de saúde (UBS) disponíveis para acesso às vacinas nos dias úteis durante a manhã e a tarde. Há ainda quatro pontos de Drive-Thru, estes exclusivos para a vacinação de idosos dentro de seus carros. O funcionamento desses Drive-Thru é de segunda a sexta das 10h às 16h nos estacionamentos da Ponte Estaiada, Parque Cidadania, Shopping Rio Poty e Teresina Shopping.

Para os idosos com dificuldades de locomoção, a Prefeitura está disponibilizando profissionais de saúde para fazerem a vacinação a domicílio. “A FMS possui a lista com os nomes desse público, mas se houver algum idoso que não costuma receber visita da nossa equipe de saúde, o responsável por essa pessoa pode ir à UBS mais próxima de sua casa e fazer o cadastro”, explica Manoel de Moura Neto, presidente da FMS.


FMS estendeu o prazo para vacinar idosos e profissionais da saúde em Teresina – Foto: O Dia

Vacinação passa dos 80%

Segundo a Fundação Municipal de Saúde, até o momento cerca de 83% dos idosos e de 88% dos trabalhadores de saúde já foram devidamente vacinados contra a gripe em Teresina. A meta do Ministério da Saúde é vacinar pelo menos 90% de cada público alvo, mas com a ampliação do prazo da campanha, a FMS acredita que conseeguirá chegar aos 100% de cobertura em Teresina.

Vale lembrar que a segunda etapa da Campanha só deverá iniciar após o município atingir a meta da primeira etapa. Na próxima fase, os grupos prioritários serão pacientes com doenças crônicas não transmissíveis, profissionais da segurança, do transporte coletivo, do sistema prisional, caminhoneiros e a população privada de liberdade.

Tranquilizamos a população de que a segunda etapa da campanha irá iniciar de forma organizada e iremos divulgar amplamente mais informações sobre datas e locais. Para cada grupo destes, haverá estratégia específica de vacinação, conforme acordado entre a FMS e as instituições envolvidas”, diz Kledson Batista, diretor de Atenção Básica da FMS.

Ressalta-se que a vacina contra a gripe não protege contra o Coronavirus e sim contra a Influenza, que é uma doença respiratória infecciosa de origem viral. A transmissão direta de pessoa para pessoa é a mais comum e ocorre por meio de gotículas expelidas pelo indivíduo infectado com o vírus ao falar, espirrar ou tossir. Há evidências também de transmissão por contato com secreção de doentes.

Fonte: Portalodia.com

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui