Governador Wellington Dias lamenta a morte da Evelin Rodrigues em Paulistana

O governador do Piauí, Wellington Dias, postou na noite deste sábado (29), no Instagram, toda indignação com a morte da filha do ex-vice-prefeito de Paulistana, vereador Elias Rodrigues (PT), Evelyn Pedrosa Rodrigues, de 24 anos,  assassinada a facadas na madrugada deste sábado (29) na zona urbana do município, a 468 Km de Teresina.

Evelin Pedrosa RodriguesFoto: Arquivo pessoalEvelin Pedrosa Rodrigues

O ex-companheiro de Evelin, Joab dos Santos Campos, de 26 anos, é o principal suspeito do crime. Após agredir a vítima a facadas, Joab tentou cometer suicídio e está internado no Hospital Regional Justino Luz, em Picos,  sob custódia da polícia.

“É revoltante mais uma mulher vítima de feminicídio no Piauí. Evelyn Pedrosa Rodrigues tinha apenas 24 anos e teve sua vida interrompida de forma cruel e violenta. O suspeito? Seu companheiro, pai do seu filho. O crime aconteceu em Paulistana, mas infelizmente mulheres são assassinadas todos os dias em diferentes lugares do Brasil e do mundo. É nosso dever, como poder público e sociedade, lutarmos para que isso não mais aconteça”, defendeu o governador na postagem.

Wellington Dias determinei à Polícia Civil que acompanhe de perto o caso. E conclamou a população a denunciar qualquer tipo de violência cometida contra a mulher.

“Você pode ajudar outras mulheres. Viu algum tipo de violência, denuncie! Não podemos permitir que crimes como estes sigam acontecendo. O aplicativo Salve Maria permite denúncias anônimas. Denunciar é mais do que obrigação, é um gesto de humanidade. Evelyn que você descanse em paz! Muita força para os familiares e amigos. Que Deus os console neste momento de dor”, desejou Wellington Dias, que é amigo de Elias e da família.

O crime
As primeiras informações sobre o feminicídio revelam que o crime aconteceu na madrugada deste sábado, por volta das 3h, no bairro Sertanejo. Segundo o Portal Pedrosa News, Evelin estava em casa, quando Joab entrou na residência. Houve discussão e agressões verbais. O suspeito teria quebrado a porta do quarto com um machado, o mesmo que usou para golpear a vítima. Ferida,  Evelin saiu correndo pela rua pedindo socorro, mas não houve tempo… nem ajuda.

Fonte: Paulo Pincel / Parlamento Piauí

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui