Equipe da FWF conhece projetos de qualificação em São Paulo

15

Durante esta semana a equipe técnica da Fundação Wall Ferraz visitou projetos de qualificação profissional da cidade de São Paulo. A ideia era conhecer experiências consolidadas e inovações que servirão de subsídio para o planejamento das ações da FWF em 2019. Entre elas, as unidades móveis que já prestam serviços de qualificação gratuita para a população paulista e que devem ser implementadas em Teresina no próximo ano.

“Foi uma visita muito produtiva, onde tivemos a oportunidade de conhecer de perto a dinâmica e o funcionamento dos diferentes projetos e instituições que ofertam profissionalização em São Paulo. Essa experiência vai enriquecer a política pública desenvolvida em Teresina, especialmente, com foco na geração de renda e inserção da população no mercado de trabalho”, explicou a presidente da Fundação Wall Ferraz, Samara Pereira.

Acompanhada da gerente de Capacitação, Thayse Aguiar, e da Assessora Técnica, Heline Santos, a presidente Samara Pereira participou de uma feira gastronômica onde foi possível conhecer experiências de profissionalização através de workshops e unidades móveis de capacitação profissional. Visitaram ainda a feira de artesanato Raízes do Brasil para atualização do que está sendo produzindo em vários estados do país. Visitaram também uma importante instituição de trabalho social, Fundo Social de Solidariedade (FSS), que oferta qualificação profissional em diferentes escolas, como moda, beleza, construção civil e escola de panificação artesanal. Nesta visita às escolas foram acompanhas por Flávia Ferraro, diretora de projetos do Fundo Social de Solidariedade de São Paulo.

Foram ao município de Itapecerica da Serra, onde puderam conferir a Carreta de Manutenção Automotiva Via Rápida Expresso. Na cidade de São Vicente visitaram a Escola Técnica de Economia Criativa (Etecri). A escola oferece cursos de práticas em mídias sociais, técnicas de web design, vitrinismo, técnicas de design de moda, grafite e food styling – gastronomia e recreação. Todas as atividades visam estimular a pessoa a ser empreendedora para criar pequenas empresas e desenvolver produtos.

O Fundo Social de Solidariedade de São Paulo tem como principal objetivo oferecer independência pessoal e financeira, por meio da qualificação profissional, e o resgate da dignidade dos cidadãos em situação de vulnerabilidade social. O Fundo Social de Solidariedade trabalha constantemente no desenvolvimento de projetos sociais para suprir necessidades e melhorar a qualidade de vida das parcelas mais carentes da população.

 

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui