Afiliada da Globo ignora lei de estabilidade e demite mais de 20 funcionários

A Rede Vanguarda, uma das principais afiliadas da Rede Globo, ignorou a estabilidade prevista na Medida Provisória 936 e demitiu mais de 20 funcionários nessa segunda-feira (03/08). As informações são do Notícias da TV.

Segundo o editor, os colaboradores da emissora tiveram seus salários reduzidos em 25% por três meses e deveriam ter de volta o pagamento integral e o emprego garantido pelo mesmo período. Mas a emissora da região do Vale do Paraíba, interior paulista, preferiu pagar indenização e rescindir os contratos.

Karen Schmit foi uma das demitidas da emissora
Karen Schmit foi uma das demitidas da emissora    Reprodução / TV Globo

José Bonifácio de Oliveira, o Boni, o dono da Vanguarda, minimizou o corte anunciado e afirmou à reportagem que as demissões estavam dentro do programado.

A demissão em massa incluiu 12 jornalistas, duas produtoras, um editor de imagens. Além deles, o âncora Carlos Abranches, que estava há 25 anos de emissora, e mais três repórteres, entre elas Karen Schmidt, que fazia entrada no Jornal Nacional.

Ainda segundo publicação, a alegação da direção foi a crise financeira instaurada por causa da pandemia do novo coronavírus, que reduziu anúncios e receitas.

Fonte: Portal Webnewss

Comentários no Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui