Prefeitura paga aumento de professores em folha suplementar

0
36

A Prefeitura de Teresina já está preparando uma folha suplementar para fazer o pagamento do retroativo do reajuste dos professores. O projeto foi enviado para a Câmara Municipal e aprovado em primeira votação, mas ainda aguarda a aprovação em segunda votação. “Imediatamente após a aprovação pelos vereadores, a Prefeitura irá fazer esse pagamento do retroativo. Confiando na aprovação pelos vereadores, a folha suplementar já está sendo preparada”, comentou o secretário municipal de Educação, Kléber Montezuma.
O projeto encaminhado pela Prefeitura à Câmara Municipal prevê um reajuste de 6,81%, que será pago integralmente, contemplando os docentes de primeiro e segundo ciclos, além de pedagogos. A mensagem de reajuste está em consonância tanto com a lei federal do piso do magistério, quanto com o estatuto municipal do Plano de Cargos, Carreiras e Salários da rede. O novo salário inicial para os profissionais que trabalham 40h nas unidades de ensino da Prefeitura será atualizado para R$ 3.630,83.
Após aprovada pelos vereadores, a Lei Complementar deve garantir aos docentes do município um salário inicial de R$ 3.630,83, que pode chegar a R$ 7.854,10 para os professores Classe A, valor superior ao estipulado pelo Ministério da Educação que definiu o Piso Nacional em R$ 2.455,36 este ano.

Além do valor fixado como vencimento, os docentes têm direito a acrescimentos nos salários a partir de suas titulações. A gratificação é de 10% para especialização, 20% para mestrado e 40% para doutorado. Segundo a Secretaria Municipal de Educação (Semec), o índice de reajuste vem seguindo um padrão desde 2013. Os dados apontam para um total de 62,46% de reajuste salarial nos últimos seis anos, enquanto a inflação soma 32,12%.

Comentários no Facebook