Operação da PF no Piauí prende político, empresário e outras cinco pessoas

0
191

A Polícia Federal do Piauí deflagrou na manhã desta quarta-feira (21), uma operação denominada “Pastor“ onde um político e um empresário e outras cinco pessoas foram presas acusadas de fazerem parte de uma quadrilha que atua no estado há várias décadas. Os presos foram identificados como Inocêncio Leal Parente, ex-prefeito da cidade de Dom Inocêncio, e o empresário Décio de Castro Macedo, que é dono de uma construtora.

Inocêncio Leal Parente, ex-prefeito da cidade de Dom Inocêncio

Segundo a Polícia Federal a principal área de atuação da quadrilha era no município de São Raimundo Nonato, no interior do Piauí, onde eles fraudavam licitações e desviavam verbas públicas por meio de fraudes contratuais. Os presos foram encaminhados para a sede da PF que fica na zona Leste de Teresina, capital do estado, onde foram ouvidos e apresentados a imprensa.

A polícia aponta o ex-prefeito como sendo o responsável pela quadrilha. Para fugirem de fiscalizações, a quadrilha também obtinha documentos falsos afim de prestarem contras no Tribunal de Contas do Estado do Piauí – TCE.

A Operação Pastor segue em andamento e mais pessoas deverão ser presas ou detidas paras prestarem esclarecimentos na sede da Polícia Federal. A operação segue nos municípios de Dom Inocêncio, São Raimundo Nonato e em Brasília.

 

Por Jailson Rodrigues

jailsonrbs@hotmail.com

Comentários no Facebook