Mutirão do CadÚnico atende famílias do Residencial Frei Damião

0
27

Nesta sexta-feira (7), a Secretaria Municipal de Cidadania, Assistência Social e Políticas Integradas (SEMCASPI) realizou, no Residencial Frei Damião, que fica na região do Grande Dirceu, na zona Sudeste de Teresina, o Mutirão do CadÚnico. A ação visa à inclusão e atualização do cadastro único para as famílias que residem no Frei Damião e também no bairro Alto da Ressureição para que tenham acesso à regularização fundiária das habitações, bem como o acesso aos benefícios sociais do Governo.

Somente hoje foram atendidas na região 200 famílias. Os mutirões devem ocorrer todas as sextas-feiras no mês de julho. “Além da regularização fundiária, o Cadastro Único é um instrumento de acesso a vários outros benefícios de programas e serviços sociais, como o Bolsa Família e a Tarifa Social de Energia Elétrica”, disse a gerente de Renda Mínima e Benefícios da SEMCASPI, Luiza de Marilac.

O secretário Samuel Silveira esteve presente no local e acompanhou os trabalhos. “Temos que destacar que a SEMCASPI está saindo de seus muros para estar mais próxima da comunidade. Esse é o Mutirão do CadÚnico, que tem como finalidade acompanhar a situação habitacional da região, além de promover os benefícios sociais”, declarou Samuel Silveira.

O Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) é um instrumento que identifica e caracteriza as famílias de baixa renda, entendidas como aquelas que têm renda mensal de até meio salário mínimo por pessoa ou renda mensal total de até três salários mínimos.

O Cadastro permite conhecer a realidade socioeconômica dessas famílias, trazendo informações de todo o núcleo familiar, das características do domicílio, das formas de acesso a serviços públicos essenciais e, também, dados de cada um dos componentes da família.

Dona Elizete Moura, moradora do Frei Damião, relata que o mutirão a ajudou a realizar o cadastro no Programa Bolsa Família. “Eu vim aqui ajustar o meu Bolsa Família, porque eu não recebo e dependo dessa ajuda. Moro sozinha, meus filhos já estão todos em suas casas e necessito do dinheiro. Foi bom porque não precisei ir para o Centro”, conta a moradora do Frei Damião.

Comentários no Facebook