Médicos cubanos do Mais Médicos se reúnem com comitiva em Esperantina

0
56

Em Esperantina, cooperados cubanos do Programa Mais Médicos no Piauí, reuniram-se hoje (3) com o embaixador de Cuba no Brasil, Rolando González, juntamente com a cônsul geral de Cuba em Salvador, Laura Torres, e comitiva. Os representantes cubanos vieram acompanhar esses profissionais e verificar as condições de integração com a comunidade, moradia e qualidade de vida dos profissionais. Participaram 51 médicos de 14 municípios da região dos Cocais.

Lázaro Davi é médico cubano e atua há quatro anos na comunidade quilombola Olho d’Agua, em Esperantina. O profissional já esteve em outras missões na África e Venezuela e conta que a cultura do Brasil é bem mais acolhedora “desde minha chegada aqui fui muito bem acolhido, tanto pelos gestores como pela população. Temos trabalhado de uma forma compartilhada, fico feliz de trabalhar nesse município”.

Atualmente o Piauí conta com 342 profissionais atuando pelo Programa em 140 municípios, dentre eles 202 são cubanos. Com a metodologia da assistência domiciliar do Mais Médicos, o profissional se dedica e se envolve integralmente com comunidade e muitas vezes dessa relação são construídos laços de amizade e criando um sentimento de pertencimento com o local.

“Vemos a mudança quantitativa e qualitativa que o Mais Médicos proporcionou nas Unidades Básicas de Saúde dos municípios do nosso Estado. A população que vive em lugares mais longínquos agora tem consciência do seu direito à qualidade do atendimento que merece, tendo todo o aporte de visitas domiciliares e construção do trabalho contínuo”, comentou Florentino Neto, secretário de Estado da Saúde.

Segundo a prefeita de Esperantina, Vilma Amorim, havia uma dificuldade de encontrar profissionais disponíveis para atuar no interior, por conta da carga horária e distância e os médicos cubanos são profissionais que estão disponíveis para os municípios, abertos à comunidade, que trabalham a atenção básica em sua integralidade. Atualmente o município conta com dez médicos cubanos atuando na zona rural e urbana.

No domingo (4) a comitiva se encontra com cubanos residentes na região de Teresina e na segunda-feira (5) às 11h participam de audiência com o governador do Estado, Wellington Dias, no palácio de Karnak.

 

Comentários no Facebook